Testemunhos da visita de estudo ao Hotel Autossustentável, pelos   alunos de 11ºano, no âmbito da disciplina de Biologia/ Geologia, coordenando com o facto do tema de Cidadania e Desenvolvimento daquele ano, ser o Desenvolvimento Sustentável, para além de ser um tema bem transversal.

 

No dia 21 de novembro fui visitar o Hotel Galomar, que é o primeiro hotel auto-ssustentável em energia de Portugal, com o intuito de ver como é que este hotel produzia a sua própria energia e quais foram as medidas tomadas para que o mesmo seja mais "amigo do ambiente".

Eu achei este hotel muito inovador pelas medidas que foram tomadas e que eu mencionarei mais à frente, e muito importante para o futuro da Humanidade e do nosso planeta porque acredito que muito hotéis no futuro irão adotar as mesmas medidas.

Consegui observar que este possuía partes feitas de cascas de arroz, sal e óleos naturais em vez de madeira; krion aplicado nas bancadas das casas de banho; os uniformes dos funcionários são feitos de tencel, que é uma fibra de origem natural e biodegradável; os elevadores são movidos com painéis solares; tem um posto de abastecimento elétrico para viaturas de forma gratuita; possui quatro circuitos de água: um de água potável para os lavatórios e duches, outro que é usado com a água que já foi utilizada em lavatórios e duches para o autoclismo, outro de água para a piscina com água do mar e, por fim, um com água do mar que é usada para arrefecer o ar condicionado. Em cada quarto tem um display de consumo energético que indica a quantidade de eletricidade, água quente e água fria que foi gasta no dia anterior e é possível separar os resíduos. Este hotel para produzir a sua própria energia utiliza 542 painéis solares fotovoltaicos e, para aquecer a água, são utilizados 77 painéis solares térmicos.

A visita a este hotel provavelmente não mudará nada na minha vida porque eu já possuo os hábitos de poupar água e separar os resíduos. Só poderá ter efeito se eu, no futuro, construir a minha própria casa e, se eu tiver meios monetários, irei de certeza adotar algumas medidas que este hotel tomou, como por exemplo, o uso de resyta ( material feito com cascas de arroz, sal e óleos naturais) para imitar a madeira.

 Tiago Silva-11º A

 

     No dia 21/11/2019, os estudantes das turmas do Curso de Ciências e Tecnologias da Escola Básica e Secundária da Ponta do Sol realizaram uma visita de estudo ao Hotel Galomar, que integra o Galo Resort, no Caniço, Ilha da Madeira. Os alunos participaram então nessa viagem para observar, numa fase inicial, e, seguidamente, perceber o que de facto leva a afirmar a que esse alojamento madeirense fosse considerado o primeiro hotel "energicamente autossustentável" em Portugal.

     Logo de início, os jovens tiveram a oportunidade de visualizar no exterior o posto de abastecimento elétrico para viaturas e a disposição de um material reciclado a assemelhar-se a madeira feito a partir essencialmente por cascas de arroz- resyta.

     Relativamente ao interior, os estudantes verificaram a existência de displays de consumo energético e a separação de resíduos nos quartos, bem como, o material krion que reveste as bancadas das casas de banho, exigindo assim menos químicos na sua limpeza.

     Ainda, os adolescentes observaram as fibras biodegradáveis de origem natural que compõem os uniformes dos funcionários- tencel-, alguns painéis solares fotovoltaicos e solares térmicos que geram energia e aquecem a água, respetivamente. Adicionalmente, os alunos observaram a piscina, que é de água salgada e com revestimento de materiais reciclados, os elevadores movidos a energia solar, e a paisagem, que complementa as instalações de carácter autossustentável.

     Ao aproximar-se do fim da visita de estudo, os jovens tiveram a chance de entrar na sala que possuía todas a monitorização dos sistemas energéticos e hídricos local.

     Por fim, os estudantes realizaram e concluíram o percurso popularmente conhecido como o " Caminho dos Pés Descalços", finalizando assim essa aventura enriquecedora.

Filipe Gonçalves, 11ºA

 

A visita de estudo ao hotel Galomar foi uma experiência que considero ter sido enriquecedora não só como um modo de conhecer mais sobre o empreendimento hoteleiro da região, mais especificamente do Caniço, como também os métodos, maquinaria, arquitetura, dedicação e engenhosidade que foi necessária para criar um hotel completamente autossustentável único no país.

Foi gratificante ver que há pessoas que se dedicam inteiramente a este objetivo comum, e que empregam tudo aquilo que se revele necessário para alcançá-lo.

Quanto aos aspetos mais concretos da visita de estudo, foi interessante descobrir sobre as alternativas para materiais como madeira e cerâmica como contribuem para o desenvolvimento sustentável. O modo como aproveitam a água do mar também achei genial e apreciei o facto de que por detrás de cada detalhe do hotel havia uma razão para o ser.

André Relva - 11ºA

 

No hotel Autossustentável, pude observar 3 piscinas: uma, natural, uma com água salgada e outra com água doce. Achei interessante o hotel, visto que logo na entrada, na primeira sala tinha um quadro informativo útil. Surpreendeu-me o facto de existir um material, a resyta, parecida com a madeira, que não sabia da sua existência. Ao entrar numa sala em que tinha um dispositivo na parede que marcava o consumo de energia, água, água quente e eletricidade, permitindo aos clientes ter uma noção dos seus consumos diários e isso achei interessante. O material de que os sacos eram feitos, que desconhecendo o nome, mas parecido com aço, substituindo assim os sacos de plástico que desta forma contribui para o ambiente. O facto de o hotel premiar os clientes que reciclam mais, é uma boa iniciativa.

Francisco-11º A

 

Hotel Galomar, o novo hotel na Madeira que produz toda a energia que consome! Sendo importante salientar que é o 1.º alojamento auto-sustentável da pérola do Atlântico. É um hotel que existe deste os anos 70 com demolição depois de renovado e inaugurado em meados de julho de 2018. Reconstruído com ambição de se tornar uma referência de sustentabilidade e auto suficiência em Portugal. Deveras um encanto natural, pelo facto de toda a preocupação ambiental ser transversal. 

Possui 542 painéis solares fotovoltaicos que produzem energia, 77 painéis solares térmicos que permitem aquecer a água gasta... 

É sem dúvida um hotel que prima pelo nosso meio ambiente e contribui para um planeta melhor.

O seu design é baseado em material reciclado muito idêntico à Madeira, resyta, feito a partir de cascas de arroz, valorizando o vime madeirense, preservando o artesanato local bem como o seu desenvolvimento e evitando a desflorestação. 

Hotel que possui uma iluminação LED, económica e ativada por sensores de movimentos. 

O Galomar é visto como referência para a preservação do Ambiente, faz a separação de resíduos em todos os pisos. No que se refere às águas pluviais, são reaproveitadas. Composto ainda por 77 quartos que dispõem de displays de consumo energético com objetivos previamente definidos nos consumos diários. 

Aos hóspedes que conseguem alcançar esse objetivo são atribuídos méritos. 

Hotel Galomar, visite e seja um hóspede “eco”, assim estará a ajudar o nosso planeta a sorrir e a viver por muito mais tempo.

Beatriz Mendes-11ºano

 

No dia 21 de novembro de 2019, eu, Marco Jardim, fui juntamente com as turmas 11A e 11ºB da EBSPS com a professora Ana Vilas Boas ao hotel Galomar no Caniço, com o objetivo de observar e aprender o modo como o hotel funciona através de vários mecanismos.

Em primeiro lugar, foi nos introduzido a história do hotel, um recarregador de baterias para automóveis que o hotel oferece a todos os hóspedes e alguns materiais que constituíam o hotel. Em segundo lugar, o sr. Engenheiro João Aragão, deu-nos uma "tour" pelo hotel mostrando-nos como os quartos funcionam e a forma como estes conseguem poupar energia e reciclar águas; após isso passamos pelas piscinas de água salgada sem químicos e seguimos em direção ao escritório onde se controla tudo, desde os motores que reciclam água do mar até às janelas de todos os quartos. Por fim, encerramos a nossa visita de estudo ao ir ao lado do hotel onde tem uma caminhada dos pés descalços, em vários tipos de solos, para todos usufruírem

Marco 11ºA

 

 No âmbito da visita de estudo ao Hotel Galomar- Galo Resort, no Caniço, fiquei muito intrigada pelo facto de que este é muito inovador e ambientalista.

pude constatar que este é o primeiro hotel auto-sustentável em Portugal pois este consegue criar energia, através de painéis fotovoltaicos   necessários para o seu próprio consumo e até mais, ao ponto de "vender" ao seu parceiro Hotel Galo Resort.

Descobri imensos materiais inovadores utilizados tanto na estrutura como no vestiário. São materiais recicláveis. Um deles é utilizado na estrutura do hotel pois substitui a madeira, sendo constituído essencialmente por casca de arroz, outro é o Krion que é utilizado em substituição da cerâmica e por fim um que é utilizado na farda dos seus empregados.

Essencialmente é um hotel muito inovador e deveriam abrir mais como este. Foi uma experiência incrível, adorei descobrir tudo sobre o seu funcionamento e sai de lá sentindo-me orgulhosa pelo facto de que é o primeiro hotel auto-sustentável em Portugal e um dos melhores da Europa é cá na Madeira pois cada vez mais é necessário ter em conta o ambiente para conservá-lo para as nossas gerações futuras.    

Filipa 11º B

 

Quinta-feira passada, 21 de novembro, efetuei uma visita de estudo, na companhia da minha turma 11ºB , do 11ºA e respetiva professora de Biologia, prof. Luísa Vilas Boas, ao hotel Galomar no Caniço, por ser o primeiro hotel autossustentável em energia de Portugal.

  Ao constatar o hotel, fiquei surpreendido, já que o hotel foi pensado para poupar energia, na obtenção da mesma e como reutiliza-la, (produz a sua própria energia, através de painéis solares, achei desnecessária a quantidade de painéis, já que produzem 25000 KW, por ano e só consomem 2000 KW por ano, o excedente podiam distribuir gratuitamente ou abaixo custo aos moradores circundantes. Através de quatro circuitos próprios, utilizam e reutilizam a própria água, não desperdiçando uma gota, porque até à ultima linha, do sistema, utilizam-na para regar os jardins). Até os materiais que fazem parte dos acabamentos arquitetónicos do hotel são materiais reciclados e pensados na durabilidade dos mesmos.

 O que confere ao hotel, uma forma inovadora em relação a outras unidades hoteleiras, existentes no mercado, já que este respeita mais o meio ambiente, tornando-se um destaque no mercado.

  Hoje em dia, vemos que o turismo, viagens, cada vez mais por todo o mundo, torna a pegada humana cada vez maior, a estadia de cada um de nos ao fazermos turismo é enorme.

  Se todos os hotéis fossem autossustentáveis como este, incentivando os seus hospedes a consumir menos e gerir melhor as energias que estão à disposição de cada um, ajudaria para que as pessoas mudassem os seus hábitos e tornarem-se autossustentáveis, nos seus próprios lares, ou no mínimo, porem as pessoas a pensar, para não gastarem tanto e buscarem formas de consumos de energias mais limpas.

Francisco- 11.B

 

O Hotel Galomar é avaliado com 3 estrelas localizado no Caniço, que já venceu vários prémios, pelo facto, de implementar medidas sustentáveis. 

Nós fomos recebidos pelo Engenheiro João Aragão, que nos acompanhou e nos levou a alguns dos principais pontos do hotel. Ele nos explicou como o hotel funciona e, mostrou-nos com mais detalhe um quarto. Ressalte-se que o engenheiro se mostrou sempre disponível a responder e esclarecer as nossas duvidas.

O que mais gostei foi a localização do hotel que nos permite ter uma vista magnífica para o oceano. Também gostei da hospitalidade dos funcionários 

 e da decoração, principalmente pelo uso de cores claras e grandes janelas, o que deixou o ambiente iluminado e , pelo uso de materiais renováveis, por exemplo a  resysta (material que imita a madeira, porém é feito de casca de arroz, sal e óleo natural).

Contudo, a visita de estudo foi uma experiência enriquecedora, que nos deu a conhecer algumas medidas sustentáveis e, como pequenas ações, por exemplo, a água que utilizamos para lavar as mãos, ser utilizada no autoclismo, pode ter vários benefícios. 

O Hotel Galomar é o único hotel na Madeira que se preocupa com o ambiente e com a sua pegada ecológica e, só por isso vale o reconhecimento. 

Diana – 11ºB