“Um dos muitos argumentos para proteger o Mar”

Trabalho efetuado no âmbito de atividade Erasmus + e 10º B, nas disciplinas de Biologia\Geologia, Português e Inglês.

 Em homenagem ao dia Mundial do Ambiente, 05/06/2019, e recrutando trabalho efetuado no âmbito de atividade Erasmus +, no dia 9 de maio de 2018, em parceria com o 10ºB, nas disciplinas de Biologia/Geologia, Português e Inglês, foi partilhado,” Um dos muitos argumentos para proteger o Mar”, em viagem de Catamarã, com alunos e respetivos professores, da Polónia, da Turquia, da Bulgária, da Roménia e da nossa escola:

Várias investigações científicas feitas em Portugal estudam algas castanhas que podem resultar em medicamentos contra o cancro e infeções resistentes.

O trabalho permitiu descobrir dois compostos produzidos por bactérias que não são conhecidos e que podem mesmo ser moléculas novas e uma fonte valiosa para medicamentos no futuro.

Infelizmente as bactérias marinhas são pouco estudadas, mas as experiências feitas levaram-nos a crer que os compostos que as bactérias produzem para se defenderem no meio onde vivem, ajudam a destruir células de tumores, como por exemplo o cancro da mama.

A nível internacional, acredita-se que uma substância encontrada em algas castanhas na Tailândia reduza a inflamação dos tumores, controle a propagação de células cancerígenas nomeadamente do cancro de fígado e do rim e seja fundamental para tratar ferimentos.

Alunos do 10ºB