Ponta do Sol vai ao Estreito apresentar a peça ‘Agamémnon’ a 21 de Maio

Agamenon2Fotos DR

O Núcleo de Teatro do Sol da Escola Básica e Secundária da Ponta do Sol, apresenta no próximo sábado, dia 21 de maio, pelas 20h00, no Centro Cívico do Estreito, o espetáculo teatral “Agamémnon” a partir de Ésquilo, com direção artística a cargo de Zé Abreu.

Este espetáculo conta com o apoio dos Município de Câmara de Lobos e da Ponta do Sol e ainda da Associação Cultural e Recreativa do Estreito e da Casa do Povo do Estreito.

De referir que a peça destina-se a maiores de 10 anos com entrada livre, no entanto fica sujeita à lotação do auditório.

O espetáculo teatral “Agamémnon” distinguiu o Núcleo de Teatro do Sol com o prémio de melhor atriz e prémio de Melhor Realização Plástica no Festival Regional de Teatro Escolar “Carlos Varela” realizado em março de 2016.

O elenco é constituído por alunos de 5.ºs, 6.ºs, 8.ºs, 9.ºs e 11.ºs anos de escolaridade. Apostando e acreditando no Teatro Inclusivo, fazem parte do coro alunos com necessidades educativas especiais)

As personagens deste espetáculo de teatro clássico são interpretadas pelos seguintes alunos: Ricardo Luís (Agamémnon); Francisca Setim (Clitemnestra); Joel Diogo (Egisto); Tatiana Fernandes (Escrava Cassandra); Mafalda Câmara (Corifeu); Laura Pereira (Velha do Coro); Eugénia Lourenço (Electra; Fátima Ponte, Diogo Lala, Maria Chá-Chá, Elisa Baltazar, Carina Andrade (Coro); Agostinho Carvalho e Rodrigo Campanário (Soldados).

A cenografia, figurinos e adereços são uma proposta criativa do grupo.

A peça Agamémnon foi apresentada pela primeira vez em Atenas no ano de 458 a.C.. Foi escrita por Ésquilo (525 a.C. – 456 a.C.) e faz parte de uma trilogia intitulada Oresteia, a única trilogia completa que chegou até aos nossos dias, composta por três tragédias: Agamémnon, As Coéforas e As Euménides.

A trilogia é inspirada nas histórias do regresso dos heróis que lutaram contra a cidade de Troia.

Agamémnon teve que sacrificar a filha Ifigénia a Ártemis, no início da guerra, para que os exércitos gregos chefiados por ele pudessem chegar a Troia. Com a filha morta, Clitemnestra jurou vingança. Tornou-se amante de Egisto, inimigo de Agamémnon, e começou a conspirar contra o marido durante sua longa ausência.

Agamémnon regressa vitorioso após dez anos de guerra em Troia, mas é imediatamente assassinado por Clitemnestra e Egisto, tal como Cassandra, princesa troiana, que recebera por escrava.

Agamenon1

Historial do Núcleo de Teatro do Sol
O Núcleo de Teatro do Sol, da Escola Básica e Secundária da Ponta do Sol, foi fundado no ano letivo 2004-2005, como um espaço de enriquecimento extracurricular a partir do teatro, para alunos, professores e auxiliares da ação educativa.
Desde então, o Núcleo de Teatro do Sol, tem proporcionado através da prática teatral, um espaço de formação e desenvolvimento pessoal, artístico e cultural para todos os sujeitos de aprendizagem e comunidade envolvente.
Embora houvesse sempre a participação de professores de outras áreas do saber e esporadicamente a participação de auxiliares da ação educativa, nos projetos do Núcleo de Teatro, na realidade desde a sua formação que a maioria dos seus frequentadores recaiu no universo dos estudantes desde o 2º ciclo ao 12.º ano de escolaridade. O facto de crianças com onze e doze anos (5.º e 6.ºanos) integrarem o projeto do Núcleo de teatro junto com colegas que já frequentavam a disciplina (7.º 8.º e 9.ºanos) e outros mais velhos (secundário) enriqueceu claramente a atividade teatral.
Tendo em conta que o principal objetivo do Núcleo de Teatro do Sol era conceber e apresentar espetáculos de cariz teatral, constatámos que os sujeitos de aprendizagem que se inscreveram e participaram nestas atividades de enriquecimento curricular, é que se interessavam mesmo pelo teatro e gostavam de se expressar em público.
O facto do núcleo de teatro conceber e apresentar espetáculos teatrais dos vários géneros, desde comédias, dramas, farsas, tragédias, performances, teatro de sombras e de fantoches, teatro de animação de rua, tornou o mesmo mais dinâmico dando diferentes oportunidades de representação aos sujeitos de aprendizagem e uma resposta mais abrangente aos vários públicos de teatro.
Foram realmente proporcionadas aos sujeitos de aprendizagem experiências teatrais significativas até a possibilidade de viajar pelo mundo dos três principais tragediógrafos clássicos gregos.
Foi uma aposta do Núcleo de Teatro do Sol, a montagem de espetáculos teatrais, a partir dos grandes clássicos da dramaturgia universal, nomeadamente tragédias gregas.
Assim em 2006, apresentou-se “Medeia” de Eurípedes, em 2008, “Rei Édipo”, de Sófocles, em 2011, “Prometeia Acorrentada”, a partir da obra de Ésquilo e em 2016, “ Agámémnon” a partir de Ésquilo.
Houve um bom impacto dos clássicos teatrais junto dos jovens estudantes, o que levou-nos a fazer uma viagem de conhecimento e apresentação destas três tragédias gregas ao logo destes anos letivos.
Com os clássicos conseguiu-se realizar uma bordagem teatral atual, pois são temas que tocam a alma humana permitindo intervenções artísticas muito modernas.
A grande afluência do público com o silêncio e atenção com que assistiram a estes espetáculos em género de tragédia, só prova que os grandes temas do teatro clássico funcionam claramente no âmbito do teatro-educação.
Este grupo de Teatro Escolar, opta por trabalhar tragédias teatrais, porque acreditam que através de encenações e apresentações cuidadas, desperta-se também nos sujeitos de aprendizagem o interesse por clássicos da literatura que contribuem para o seu desenvolvimento cultural.
O Núcleo de Teatro do Sol surge devido ao interesse de um grupo de alunos em aprofundar os seus conhecimentos sobre o teatro, promovendo assim a cultura dentro e fora do espaço escolar. Assim os alunos que não têm a disciplina de teatro também poderão ter uma experiência educativa-cultural na área do teatro.
O Projeto do Núcleo Teatro do Sol não se trata somente uma ocupação de tempos livres para os participantes, mas também uma forma de promover a aprendizagem e o desenvolvimento ao nível da integração, expressão corporal e oral, criatividade e socialização.

  

 

https://funchalnoticias.net/2016/05/16/ponta-do-sol-vai-ao-estreito-apresentar-a-peca-agamemnon-a-21-de-maio/